Prefeitura de Encruzilhada do Sul 


Acesso Rápido

Notícias » Busca por investimento une setores publico e privado

26/09/2014

      O empresário João Augusto Streit, diretor da Screw, indústria de Cachoeira do Sul, esteve em Encruzilhada do Sul na noite de quinta-feira, dia 25 de setembro, quando realizou uma palestra no Restaurante do Trevo. Ele veio atendendo convite do Sebrae e da CDL para participar do 2° Ciclo de Encontros Empresariais. O gestor do Sebrae em Santa Cruz, Clóvis Glesse e o presidente da CDL, José Antonio Carvalho de Freitas explicam que a atividade propõe a troca de experiências empresariais como forma de buscar o crescimento mútuo. Antes de João Streit, participaram do Ciclo de Encontros Empresariais em Encruzilhada do Sul, os empresários José Alberto Aued e Fabiana Bergamaschi, diretores da Olivas do Sul (Cachoeira do Sul) e da Venax Eletrodomésticos (Venâncio Aires), respectivamente.

      A palestra de João Streit contou com a participação de associados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), prefeita Laise de Souza Krusser, chefe de Gabinete Alaur Soares, secretária de Indústria Comércio Mineração e Turismo Maria da Glória Oliveira Tuhtenhagen Lopes, secretário de Agropecuária e Abastecimento Iberon Barros Gonçalves e o presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano Soares de Freitas.

     A Screw atua no mercado de sem fins (helicóides), laminados e peças agrícolas  há vinte anos com grande sucesso e credibilidade. Sua produção é destinada a indústria agrícola, incluindo, principalmente, colheitadeiras  e implementos agrícolas. “Comecei com três funcionários e hoje temos 430 colaboradores e faturamento anual de R$ 90 milhões”,  frisou o empresário.  Atualmente a Screw é  a maior empresa do setor no Brasil.  Com forte espírito empreendedor , João Streit mostrou que o crescimento e solidificação da Screw começou a ocorrer quando a empresa adotou ferramentas de inovação e gestão disponibilizadas pelo Sebrae. “Ao oferecermos para nossos clientes a peça montada na máquina, com garantia e cor original agregamos dez vezes o valor”, destacou.

     A indústria está localizada numa área de 75 hectares mas apenas utiliza 25 hectares.  São duas alas construídas, cada uma com 12 mil metros quadrados. Sempre fazendo uso de tecnologia avançada, a Screw possui, por exemplo, dez laminadoras ,  podendo laminar aço na espessura de até 8mm e largura da lâmina de até 200 m. “Também utilizamos quatro robôs soldadores. Cada um deles substitui quatro homens”, mostrou o empresário.

     Com 1700 clientes ativos em todo o Brasil, a Screw é fornecedora da John Deere, por exemplo, que absorve cerca de 40% da produção da empresa cachoeirense.  Em fevereiro deste ano, João Streit esteve nos EUA recebendo da John Deere um prêmio mundial na área da inovação. Foi a única empresa brasileira a ser premiada pela John Deere. Mais recentemente a indústria passou a produzir silos agrícolas e peças destinadas as indústrias vinícola e madeireira.

     Sempre atento ao mercado, a Screw possui um setor que se dedica exclusivamente a inovação. “Sempre se pode fazer melhor e com mais lucratividade, em qualquer setor e em qualquer etapa da produção”, garantiu, acrescentando que a empresa costuma premiar os funcionários que colaboram com projetos que resultem em melhorias.

     INVESTIMENTO EM ENCRUZILHADA DO SUL: Ao final da palestra, João Streit recebeu um documento assinado pelos presidentes da CDL, ACI, Câmara de Vereadores e prefeita municipal, solicitando que ele analise a possibilidade da Screw realizar algum tipo de investimento em Encruzilhada do Sul, disponibilizando o apoio dos setores público e privado.

     O empresário, que pela primeira vez estava em Encruzilhada do Sul, elogiou a iniciativa dos representantes da comunidade,  dizendo que vai levar em conta o pedido de análise, por ocasião dos investimentos futuros da Screw.

Telefones Úteis