Prefeitura de Encruzilhada do Sul 

Prefeituara de Encruzilhada do Sul



Acesso Rápido

Notícias » Câmeras de vigilância aumentam a segurança

11/11/2015

 

O tenente Vilmar Fernando Mendes Brasil, do Departamento de Gestão da Estratégia Operacional, da Secretaria Estadual da Segurança Pública esteve em Encruzilhada do Sul na tarde da última segunda-feira. A vinda do tenente é fruto do encontro realizado por uma comitiva do município, quarta-feira passada, em Porto Alegre, com o coronel Jair Euclésio Ely, assessor direto do secretário  de Segurança, Wantuir  Francisco Brasil Jacini.

 

Juntamente com o tenente Mário César Cassabone Mendes, o tenente Vilmar foi recebido no Centro Administrativo Municipal pela prefeita Laíse Gorziza de Souza e assessores. Na pauta do encontro a continuidade das tratativas para instalação de câmeras nas ruas da cidade e central de monitoramento no quartel da Brigada Militar.

 

Diversos municípios gaúchos estão adotando a instalação de câmeras de vigilância como opção para aumentar a segurança da comunidade. Também deve ser levado em conta a diminuição de homens na Brigada Militar que chegou a ter um efetivo de 36 mil pessoas e hoje são apenas 17 mil. No Estado, 53 municípios já contam com central de videomonitoramento. Outros 136 municípios estão com o processo em andamento junto a Secretária Estadual de Segurança.

 

Na reunião a prefeita Laíse Gorziza de Souza reafirmou seu desejo e o do grupo constituido por entidades tais como Câmara de Vereadores, CDL, ACI e Sindicato Rural entre outros para que o município também tenha câmeras em funcionamento. Seguindo orientação do tenente Brasil, a prefeita Laíse determinou que o setor de projetos do Executivo desenvolva o projeto com base nas especificações técnicas sugeridas pelo tenente Brasil. Depois disso Estado e município irão formalizar um convênio que possibilite o monitoramento das imagens na Brigada Militar local.

 

Os locais de instalação das câmeras serão definidos em conjunto, levando em conta as sugestões da Brigada Militar. Provavelmente sejam instalados pontos de vigilância nas entradas principais da cidade. De acordo com a legislação, cada PM pode controlar na central, no máximo oito câmeras. Os recursos financeiros para a execução do projeto devem ser do município, que vai buscar parcerias junto à iniciativa privada.

Telefones Úteis