Prefeitura de Encruzilhada do Sul 

Prefeitura de Encruzilhada do Sul



Acesso Rápido

Notícias » Aluna da Escola Adão Fonseca vence o Agrinho 2015

11/12/2015

  Kauany Janete Freitas Silveira, 6 anos de idade, aluna do 1º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Adão Freitas Fonseca é uma das vencedoras do Prêmio Agrinho  2015. Ela superou 830  concorrentes na categoria Desenho: 1º ano do Ensino Fundamental e ganhou uma bicicleta como prêmio. Já a professora Sílvia Inês Petry foi contemplada com um MP4. O desenho feito por Kauany ficou em primeiro lugar na Região dos Vales (Taquari e Rio Pardo) que envolve 66 municípios.

 

     A entrega dos prêmios ocorreu dia 9, quarta-feira, no Centro Administrativo Municipal, em solenidade que contou com a presença de Kauany e a mãe, Daiane Rodrigues Freitas, professora Sílvia, juntamente com a diretora e vice da Escola Adão Fonseca, Jamila Prestes e Ione von Diemen, respectivamente. Também participaram do evento o supervisor Regional do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) Ricardo Almeida (entidade que promove o Agrinho); presidente do Sindicato Rural, Roberto Bruno Brito; secretária municipal de Educação, Rita de Cássia de Oliveira Pogozelski; secretária de Indústria e Comércio, Maria da Glória Oliveira Tuhtenhagen Lopes e a chefe de Gabinete, Odilka de Freitas Soares.

 

     O Agrinho é o concurso de maior abrangência entre alunos da rede pública de ensino, promovido pelo SENAR/RS. A iniciativa elegeu os melhores dos 7,5 mil trabalhos concorrentes, entre textos, desenhos e experiências pedagógicas de alunos e professor da educação básica ao ensino fundamental. As produções deste ano tiveram como tema central o “Meio Ambiente”. O prêmio tem como empresas apoiadoras Dow AgroSciences e Sebrae/RS.

 

     No total, o Prêmio Agrinho contemplou mais de 200 ganhadores entre alunos, professores e escolas em 11 categorias diferentes. Foram selecionados os melhores trabalhos em cada uma das 10 regiões cobertas pelo Programa Agrinho e em nível estadual, com os principais vencedores.

 

     Os trabalhos foram avaliados por profissionais de diversas áreas da educação, saúde e ciências biológicas, além de representantes de entidades do setor. A escolha das melhores produções foi a última etapa do programa, que envolveu neste ano letivo mais de 500 mil alunos e 38 mil professores de 3.227 escolas públicas.

 

     Os participantes utilizaram as revistas e material pedagógico para desenvolver atividades em sala de aula, e os trabalhos propostos pelo projeto. Esta é a 13ª edição anual do Agrinho realizado pelo SENAR no RS, presente em 379 cidades do Estado. Segundo a gestora do Programa, Daniela Wegner, a evolução na qualidade dos trabalhos e a riqueza de detalhes foram os grandes destaques em 2015. “O engajamento das comunidades com o tema, compartilhando experiências e ideias, também foi algo excepcional”. Para  o superintendente do SENAR/RS, Gilmar Tietböhl, o Prêmio Agrinho apresenta-se como uma importante ferramenta de conscientização social. “O empenho dos professores e, em especial, dos estudantes envolvidos terá um valor especial. Vamos perceber o resultado deste projeto na figura de cidadãos comprometidos em conservar o meio ambiente”.

 

     A finalidade do Prêmio Agrinho é levar aos professores, crianças e jovens, uma forma alternativa de trabalhar, junto às disciplinas escolares, o contexto para a prática de ações cidadãs por meio de temas sugeridos. A atividade acontece por meio das aventuras do menino Agrinho e sua turma, em revistas distribuídas de forma gratuita. O programa conta com apoio do Sebrae/RS, Sindicatos Rurais, Secretaria Estadual de Educação e Prefeituras, entre as quais a de Encruzilhada do Sul.

Telefones Úteis