Prefeitura de Encruzilhada do Sul 


Acesso Rápido

Notícias » Dia Mundial da Saúde destaca prevenção ao diabetes

11/04/2016

                            

   Integrando as atividades relacionadas do Dia Mundial da Saúde, instituído pela OMS, o ônibus da Secretaria Municipal de Saúde esteve atendendo a população, durante todo o dia da última quinta-feira. O veículo ficou estacionado na Praça Dr. Ozy Teixeira , com vários profissionais da área à disposição da comunidade, tais como enfermeiros, técnicos  em enfermagem, dentista, fisioterapeuta,  nutricionista e agentes  do PIM (Primeira Infância Melhor). O Hospital Santa Bárbara também colaborou com as  atividades, através da participação de um profissional.

 

      A secretária municipal de Saúde, Fabiane Prestes  Batista, lembra que a OMS definiu como bandeira deste ano do Dia Mundial de  Saúde, o combate ao diabetes. Considerada uma epidemia que progride rapidamente em vários países, em 2030 a doença deve ser a sétima causa de mortes no mundo. Por isso o dia 7 de abril foi voltado para sensibilizar a comunidade sobe a importância da  prevenção ao diabetes.

 

     No início da tarde,  a prefeita Laíse Gorziza de Souza, acompanhada pela secretária de Saúde, Fabiane Batista, esteve na unidade móvel,  verificando o andamento dos trabalhos, quando também conversou com algumas das pessoas que estavam sendo atendidas.

 

     Foram realizados os seguintes atendimentos: verificação de peso e altura, 86; dentista, 13; pressão, 177; HGT, 166 e HIV, 10.

 

                 MAIS DE 16 MILHÕES TEM DIABETES NO BRASIL

     Mais de 16 milhões brasileiros adultos (8,1%) sofrem de diabetes, e a doença mata 72 mil pessoas por ano no Brasil, revela um relatório da Organização Mundial de Saúde. O documento concluiu que 422 milhões de adultos em todo o mundo viviam com diabetes em 2014, quatro vezes mais do quem em 1980.

 

     No mesmo período, informa o relatório, a prevalência do diabetes quase duplicou: passou de 4,7% para 8,5% da população adulta, o que reflete um aumento dos fatores de risco associados, como o excesso de peso, a obesidade e a inatividade física.

 

     - O diabetes progride. Não é mais uma doença que predomina nos países ricos; aumenta sem parar em todas as partes, de forma mais pronunciada nos países com renda intermediária – destaca a diretora geral da OMS, Margaret Chan, na introdução do relatório.

 

     Em 2012, o diabetes matou 1,5 milhão de pessoas no mundo, mas é necessário acrescentar 2,2 milhões de mortes por doenças relacionadas à enfermidade, o que eleva o total a 3,7milhões. Mais da metade dos diabéticos no mundo vive no sudeste asiático e na região do Pacífico, onde os hábitos alimentares mudaram muito nos últimos anos.

 

     Na região das Américas, o percentual subiu de 5% em 1980 a 8,3% em 2014, ou seja, de 18 milhões para 62 milhões. O estudo da OMS denuncia as perdas econômicas consideráveis provocadas pela doença, tanto para as pessoas afetadas quanto para os sistemas de saúde.

 

     O diabetes é uma doença crônica que se desencadeia quando o pâncreas não produz insulina (hormônio que regula o nível de açúcar no sangue) suficiente ou quando o organismo não consegue utilizar com eficácia a insulina que produz. (Zero Hora, 07/04/16)

     

Telefones Úteis