Prefeitura de Encruzilhada do Sul 

Prefeitura de Encruzilhada do Sul



Acesso Rápido

Notícias » Secretaria de Saúde e Hospital Santa Bárbara buscam manter a realização de partos no município

10/05/2017

O Secretário de Saúde Pedro Soares de Freitas (Pedrinho) e o Administrador do Hospital Santa Bárbara Celso Teixeira, participaram da reunião ordinária da Câmara de Vereadores na terça-feira, 02 de maio. Na pauta, a determinação do Governo do Estado em regionalizar a realização de partos, alegando que a medida tem o intuito de diminuir os casos de óbito infantil.
Diante das exigências, 108 hospitais, em todo o estado, encontram-se na mesma situação de não poder mais prestar o serviço. O critério utilizado pelo governo do Estado é que, os hospitais precisam realizar 01 parto por dia, ou seja, 30 partos mês, como o HSB tem a média de 25 partos por mês, estaria com um déficit de 05 procedimentos, conforme comunicou o administrador da entidade. Porém, o fato do Hospital Santa Bárbara não se encaixar no número estabelecido, de forma alguma, interfere na qualidade do serviço prestado. Celso salientou que, neste caso, o Hospital Santa Bárbara não poderá mais prestar o serviço, o que acarretará a diminuição do orçamento disponibilizado pelo Estado e União e, enormes transtornos para as gestantes. Atualmente existem 144 mulheres em período pré-natal e, quando chegar o momento de dar a luz deverão deslocar-se a Cachoeira do Sul ou Caçapava do Sul.
Outro agravante, em caso do HSB deixar de realizar partos, os serviços de obstetrícia e anestesia, provavelmente será suspenso. Caso haja suspensão do serviço de anestesia, outras, procedimentos cirúrgicos serão prejudicados. 
Atualmente o HSB conta com a prestação de serviços dos obstetras Dra. Débora e Dr. Rudnei, os Pediatras Dra. Marta e Dr. Marcos, e o Anestesista Dr. Douglas, a equipe é estruturada por grande número de Enfermeiras e Técnicas de Enfermagem, capacitados para realização dos procedimentos de parto, sem risco, tanto para paciente como também o recém-nascido.
O Secretário de Saúde Pedro Soares de Freitas e a Coordenadora de Serviços de Saúde, Enfermeira Tais Merheb, participaram de duas reuniões na 8ª Coordenadoria de Saúde, em Cachoeira do Sul, onde receberam o comunicado da decisão do estado. Diante disso, o Secretário Pedrinho, não assinou o documento, por não concordar com esta determinação, solicitando a revisão do caso, porque Encruzilhada do Sul nunca teve índices de mortalidade infantil preocupante, relacionados à estrutura do HSB e, sim casos que necessitaram de uma UTI Neonatal. Inclusive, o município já prestou atendimento as gestantes dos municípios vizinhos Amaral Ferrador, Dom Feliciano, Pantano Grande e Rio Pardo. 
No momento o Executivo Municipal e o Hospital Santa Bárbara aguardam a decisão final do Estado, após ter sido feito pedido para que Encruzilhada do Sul seja excluída desta normatização , que acarretaria prejuízos enormes para toda a população e, portanto continue a realizar partos, como já vem acontecendo ao longo de todos estes anos.

 

AssesCom

Telefones Úteis